MEC confirma atraso na divulgação do Guia da Redação do Enem

Faltam pouco mais de três semanas para a prova de redação do Enem, e os estudantes participantes não tiveram ainda acesso ao Guia de Redação oferecido de forma oficial, este documento que deve apontar tudo o que será exigido dos candidatos na realização das provas.

Para se ter ideia, no ano passado, os critérios de avaliação e formato de redação foram divulgados pelo menos quase dois meses antes. Assim que questionado sobre a situação o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), apontou que deverá liberar este guia durante as próximas semanas. Os professores e alunos, porém estão muito preocupados com a demora da publicação devido a mudança da banca que irá corrigir os textos realizados pelos alunos.

Conselho aos alunos

Os estudantes que estiverem realizando as provas do Enem precisam contar com uma boa tranquilidade relacionada aos critérios de avaliação. Com isto, a partir do momento que o manual de redação não for divulgado, acaba gerando uma grande insegurança.

Não se sabe corretamente o que a banca que não é a mesma do ano passado, deseja na elaboração dos textos. Após o rompimento de um contrato que foi levado até o início do ano, o Governo Federal acabou por contratar a Vunesp, empresa que realiza o vestibular da Fuvest para a correção. Esta mudança acabou criando expectativas sobre as possíveis modificações de critérios.

Outro ponto importante é que no ano de troca de banca corretora, não existe um documento que possa ratificar tudo o que a banca pretende como correção, e apenas cria uma margem para diversos tipos de teorias de conspiração. Além disto, se abre espaço para a possibilidade de que muitos professores, ou por uma interpretação ruim ou por má fé acabem propagando ideias erradas ou que são possibilitadas em meio a outros tipos.

Existe inclusive um vídeo que circula na internet onde um professor aponta as regras para uma proposta de intervenção, o que é uma das cinco competências cobradas na prova, mas que não existe nenhum documento oficial e atual dizendo como será exigido este tipo de habilidade.

O INEP nega as mudanças que devem ocorrer nas provas

Com relação a demora para a divulgação do manual de provas, especialistas no assunto apontam que ao final de tudo o prejudicado será sempre o aluno. Alguns arriscam alguns motivos para a demora, como por exemplo a banca que se desorganizou a respeito do manual, ou ainda que quer mudar a forma de procedimentos. Independente de qual for o motivo, este poderá já comprometer a segurança dos candidatos que precisam ter um norte para a redação do Enem.

O Inep por sua vez, nega o atraso, e afirma que a divulgação deste documento na próxima semana deverá ocorrer, e está dentro do planejamento para a realização das provas. Além disto, a autarquia afirma também que não deverão exigir mudanças no texto, apesar de existir um novo consórcio.

Não existem mudanças no manual, de acordo com o Enem, o manual apenas foi aprimorado para deixar algumas regras um pouco mais claras.

A prova de redação deverá ocorrer a partir da data de 5 de novembro, junto com a prova de Linguagens e Ciências Humanas, além disto, o segundo dia de avaliações será realizado no próximo domingo após a redação dia 12/11.

A redação possui um peso muito importante na prova do Enem, e por este motivo, existe a necessidade de que se prepare muito para ter a maior nota possível nesta redação.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *